segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O Vaticano e a ditadura global

O Vaticano apelou hoje à criação de uma “autoridade pública global” e um “banco central mundial” para regular as instituições financeiras e impedir uma nova crise internacional. Assim uma coisa tipo sociedade entre Deus e o Espírito Santo, que zelasse por todos nós, pecadores, e nos poupasse à chatice de ter voto na matéria de os escolher. Até porque Deus não se escolhe, só há um. O Espírito Santo é que já é um pouco diferente, pelo menos podemos escolher o balcão. E sem ter um Deus a obrigar-nos a comprar os produtos ao sabor da divina gana, ainda por cima "para o nosso Bem". Vade retro.

1 comentário:

Eduardo F. disse...

Porque é que os poderes só olham para cima?