quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Ai é?

Portugal foi citado por Angela Merkel, chanceler alemã, como um exemplo de um país que conseguiu reconquistar a confiança dos mercados financeiros pelo facto de ter aplicado as medidas de consolidação orçamental com que se comprometeu. Deve estar confundida. Portugal captou nesta quarta-feira 722 milhões de euros em uma emissão de títulos do Tesouro a três meses, com uma taxa de juros em leve alta, em um contexto de forte preocupação sobre a crise da dívida na Eurozona e os temores sobre o futuro da Grécia. O Estado português teve que pagar uma taxa de juros de 4,972%, acima da operação similar de 21 de setembro (4,931%). Ou será para confundir? A mentira tem as pernas curtas, merkel tem as pernas gordas.

2 comentários:

Daniel Santos disse...

a Grécia está a pagar 60 por cento... estamos no bom caminho... pois...

Eduardo Miguel Pereira disse...

Lamento desapontá-lo FT, mas quando a Merkel se referia ao bom comportamento de Portugal, referia-se à passividade com que os Portugueses têm permitido assaltos diários às suas carteiras, aos seus direitos laborais e às mais básicas garantias que muito custaram a conquistar após 40 anos de Fascismo.

Ela quer lá saber das contas !
O que ela quer é que isto seja um país de "mansos" que tudo aceitem sem barulho, como aquele que se verifica na Grécia.
É esse o comprtamento que a "gorda" quer que tenhamos.