segunda-feira, 19 de setembro de 2011

A máfia também sabia de tudo

O Presidente da República, que [continua em silêncio]e hoje analisa com o primeiro-ministro o caso das "dívidas ocultas" da Madeira, inteirou-se da situação financeira da região durante as audiências concedidas aos partidos no final de Julho, antes de marcar a data das eleições regionais. A "grave" omissão de dívidas, que a Procuradoria-Geral da República vai mandar analisar, era também do conhecimento dos representantes do Ministério Público junto da secção regional do Tribunal de Contas (TC) da Madeira. (daqui) Qualquer semelhança com a Grécia será mera coincidência. O poder em Portugal não está nas mãos de uma associação de malfeitores. Somos governados por exemplos impolutos de responsabilidade, que gozam de total governabilidade e exercem o poder com o maior sentido de Estado. O povo vota e paga. E eles mandam.

1 comentário:

Anónimo disse...

Falsas declarações de IRS? Financiamentos ilegais de Partidos? E o saco de banha vem hoje dizer que a culpa de haver gatunos, é o de haver polícias? E o T. de Contas não lhe pede contas? E o PGR, insultado na sua honra, fica mudo? E o B. de Portugal engole as afrontas e nada diz? Ninguém se demite? Isto não é um País , é um lugar mal frequentado