quinta-feira, 14 de julho de 2011

Sócrates & Alberto João, ajustes directos LDA

Num relatório sobre o acompanhamento das medidas de apoio à reconstrução da Madeira, divulgado esta quinta-feira, na sequência do temporal de 20 de Fevereiro de 2010, a secção regional do Tribunal de Contas reconhece que “a disponibilização de fundos acordada para 2010 foi cumprida pelo governo” de José Sócrates, frequentemente acusado por Alberto João Jardim de “roubar” verbas à Madeira. Ora, até 31 de Dezembro de 2010, segundo o TC, a Madeira recebeu 191,3 milhões de euros no âmbito da Lei de Meios e pagou 56,3 milhões de euros, ou seja, o correspondente a 29,5 por cento do total recebido, conclui o Tribunal de Contas, que não especifica para onde foi desviado pelo governo regional o saldo de 134,9 milhões de euros. Haveria que perguntá-lo ao camarada de partido Pedro Passos Coelho.

1 comentário:

Ancal disse...

Transparência, meus senhores! Transparência! Onde está o dinheiro? O que é que pensam fazer com o que ainda não foi empregue?
Se já não há candidatos a esses fundos, devolvam-nos aos cofres do Estado, a que pertencem!