terça-feira, 19 de julho de 2011

Convicções de um activista laranja

Depois de ter sido um feroz opositor da introdução de portagens na Via do Infante no âmbito do programa de alteração do projecto, Macário Correia afirmou hoje, em declarações à TSF, que compreende o ponto de vista do Governo e que as portagens naquela via que cruza o Algarve são “inevitáveis”. O PB sabe que Macário Correia está também a ultimar a versão definitiva da frase que substituirá a sua obra maestra “beijar uma fumadora é como lamber um cinzeiro”.


1 comentário:

Eduardo Miguel Pereira disse...

Tantos anos a comer moluscos invertebrados da bela costa Algarvia causaram mutação física notável no Sr. Macário, tornando-se também ele num ser invertebrado, e até já com "casca grossa" a servir-lhe de escudo protector.