segunda-feira, 11 de julho de 2011

Estes gajos estão a revelar-se uns radicais de esquerda

Depois das agências de rating terem perdido o estatuto de Deus todo-poderoso a quem havia que agradar para não arriscar uma severa punição e passarem a ser vistas como o que sempre foram, uma parte bastante interessada numa especulação que há muito tem a Europa refém, é a vez da nacionalização do BPN deixar de ser uma decisão inevitável em face de um mais que hipotético risco sistémico para passar a ser um erro histórico. Quem o afirmou, em entrevista à televisão pública, foi Durão Barroso. Corrijo: em entrevista à RTP 1, Durão Barroso acaba de ordenar aos comentadores e demais papagaios-especialistas de serviço que passem a referir-se à nacionalização do BPN como um erro brutal. É esperado a qualquer momento um ataque concertado aos sites dos partidos que a aprovaram, PS, PSD e CDS.

Sem comentários: