terça-feira, 28 de junho de 2011

Desestabilizar o Benfica

A imprensa de hoje diz que Jorge Jesus terá sido notificado pelo Ministério Público para prestar declarações sobre as relações entre o Vitória de Setúbal, clube onde trabalhou, e o Banco Português de Negócios (BPN), o patrocinador de então. Uma notícia, no mínimo, estranha. A menos que, no Vitória de então, o treinador interferisse ou tivesse acesso a informações de algum tipo sobre questões financeiras ou de patrocínios e, nesse caso, haveria que saber quem treinava a equipa, o que também não me parece um dado importante na investigação do Furacão.

Sem comentários: