quinta-feira, 5 de maio de 2011

Justiça na economia #3


O achatamento salarial, por um lado, e a redução da Taxa Social única, por outro, ambas entre as soluções da troika PS-PSD-CDS, vão deliberadamente descapitalizando a Segurança social para abrir caminho a uma privatização, pressionando ainda aumentos na idade da reforma e reduções no montante das pensões a receber por quem desconta para ter uma velhice decente. O Bloco mostra que não tem que ser assim. Também a Segurança Social pode ser um instrumento de redistribuição mais justa do rendimento. Os lucros podem e devem contribuir para mais justiça na sociedade que os gera.

Sem comentários: