quarta-feira, 25 de maio de 2011

Estes "socialistas"

“O alargamento da protecção social aos trabalhadores que passam recibo verde também está em estudo, desde que “estejam ao serviço regular de uma única empresa e que o desemprego tenha carácter involuntário”. A cenourinha foi deixada pela Ministra do Trabalho numa acção de campanha mediática. E eu que pensava que recibos verdes ao serviço regular de uma única empresa são trabalho subordinado mascarado e, como tal, correspondem a uma fraude tipificada e com sanções previstas pela lei. Ou será que o que esta sindicalista reformada quis foi anunciar que a legalização dos falsos recibos verdes também foi acordada com a troika?

2 comentários:

Fusível Ativo disse...

Não é ilegal se ninguém falar nisso.

Aliás, esta é uma técnica usada há muito tempo por todos os nossos políticos. Dá imenso jeito porque se aplica facilmente a qualquer assunto de qualquer área.

Filipe Tourais disse...

Não é ilegal se não houver fiscalização. E não há, porque não há vontade política.