segunda-feira, 23 de maio de 2011

A esquerda destes camaradas


Aqui está a esquerda deles, um mix do “trabalho comunitário” que Passos Coelho reclama para moralizar o desemprego que quer criar e dos vales-mercearia com os quais Paulo Portas quer ajudar a roubar o que resta da dignidade dos mais pobres, que se propõe a tornar ainda mais pobres. Não existe no nosso espectro partidário, mas haverá direita à esquerda desta que paga em sandes o entusiasmo de agitadores de bandeiras que, ou não falam, ou quase não entendem uma palavra de português. Éntretanto, parece que já os fizeram desaparecer. Sobre a esquerda deste PS, estamos conversados.

1 comentário:

Eduardo Miguel Pereira disse...

Degradante, simplesmente degradante.
É uma sem vergonhice inqualificável !
Ao que chegámos.
Que falta ? que falta para que os Portugueses decidam de vez romper através do voto com esta gente ?

Começo a não conseguir encontrar argumentos válidos que respondam a esta questão.

Estará tudo louco, ou sob o efeito de psicotropicos ?