sexta-feira, 20 de maio de 2011

Duponpsd VS Dupontps

Era uma tarefa difícil. Os dois camaradas dos PEC I, II e III, que se separaram no IV mas que, pouquíssimo tempo depois, não tardaram a juntar-se novamente no V triunfal da troika, partiram para o espectáculo da noite com o firme propósito partilhado de mostrarem como são diferentes. Mas foram iguais.


Ambos sugeriram ter negociado o empréstimo que todos sabemos assinaram sem sequer conhecer a taxa de juro que dizem ter negociado. Ambos se referiram ao memorando que assinaram como uma alavanca de crescimento económico que não ocorrerá. Ambos se assumiram defensores do Estado social que assinaram desmantelar. E ambos os sócios apostaram em demonstrar que as propostas de cada um são melhores do que as do outro e que as responsabilidades próprias pela situação a que o país chegou são incomparavelmente menores do que as do camarada da frente.


Houve diferenças no estilo, é certo. Sócrates com rábulas mais conseguidas, Passos Coelho mais engasgado mas com um ar melhor cuidado de grande governante que nunca foi, nem numa Junta de Freguesia. Achei-o melhor penteado do que Sócrates, embora a gravata deste fosse bastante mais gira do que a de Passos Coelho. Mas estas diferenças que as discutam os tontos que se resignam a escolher entre o mau e o pior, que, como tal, viram o debate com olhos de quem não vê os actuais líderes dos dois partidos que nos desgovernam há 37 anos a disputar o voto de quem assinaram apertar como nunca antes em democracia. Dispenso-lhes a honra de escolher o vencedor do frente-a-frente.

Sem comentários: