quarta-feira, 6 de abril de 2011

O fim da linha

Ontem, Ricardo Salgado exigiu ajuda externa. Hoje, ainda não se sabe se numa declaração conjunta com Pedro Passos Coelho, José Sócrates irá anunciá-la às oito da noite. E ainda levam um ralhete por não ter sido logo de manhã. É a política no seu pior. Sem soluções, despida de qualquer mandato de representação democrática, ajoelhada ao poder económico, falida de soluções, demitida. O centrão estourou.

Sem comentários: