quinta-feira, 14 de abril de 2011

Bem vistas as coisas, isto tudo não passa de uma faca de dois legumes

O Benfica vai a Braga e o Braga vai a Lisboa nas meias finais da Liga Europa. São duas viagens para o estrangeiro que se poupam. Cada um fez o que lhe competia no esforço nacional de contenção que nos é imposto-recomendado. Estarão, portanto, mais do que explicadas a subida de rating e a consequente descida de juros da dívida portuguesa que, sem margem para dúvidas, ocorrerão amanhã. Sim, que não me acredito que os mercados não estejam atentos ao feito e não saibam recompensá-lo, ainda mais agora que no Estádio da Luz começou um rigoroso plano de poupança de energia. Poupa-se, logo, é bom para o país.


Bem sei que esta conversa dos mercados e da poupança remelosa é uma faca de dois legumes, mas não custa nada fazer um esforço para ajudar o país. Se roubarmos um legume à faca, podemos esquecer que a TAP vai poupar em bilhetes vendidos e em pessoal, os restaurantes em comida e em pessoal, os bares em bebida e em pessoal, os hotéis em dormidas e em pessoal, só para dar três exemplos, e já estou a poupar um, se repararem bem. É bom nem mencionar mais nenhum, o país está bem lançado num consenso alargado em redor das receitas poupadinhas dos mágicos do FMI, é proibido destoar. Temos todos que acreditar com muita força que vão tirar o país da crise. Quando ficarmos todos em casa sem o trabalho gerado pelos gastadores da Nação, também havemos de fartar-nos de poupar. Ninguém vai dar conta que andaram a cortar os legumes à má fila a toda a gente. Estava tudo a dormir.

1 comentário:

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Não foi só energia. Foi também água. É preciso seguir os bons exemplos. Eu já só trabalho com o PC desligado e mato a sede só sede sim-sede não.