segunda-feira, 11 de abril de 2011

Apouca lipes nau

O populismo juntou-os para os separar mais adiante. Enquanto a separação não acontece, há uma dúvida que varre o país: será que foi Nobre que cedeu à tentação de poder presidir à Assembleia que disse ter demasiados deputados imprestáveis ou será apenas uma nova fase apolítica e supra-partidária do PSD? Insttala-se a algazarra. No meio da multidão, uma velhinha desdentada, amarrotando uma receita fora de prazo contra o xaile negro, diz qualquer coisa sobre uns filhos não sei de quem que não voltam a enganá-la. "Ao pote, vamos ao pote, todos ao pote", gritam três operários cerâmicos atrasados para o trabalho. O pote já voava pelos ares quando, de dentro de uma taberna ranhosa, se ouve uma voz abagaçada a dizer: "majólha cu pêiésse tamãi ucria, óbistech". E viveram muito felizes.


A candidatura de Fernando Nobre às legislativas de 5 de Junho, pelas listas do PSD, motivaram muitas críticas ao presidente da AMI no Facebook. A página criada para a corrida a Belém estava a ser inundada, desde ontem, com mensagens de seguidores desiludidos. Até hoje à tarde, quando desapareceu.Puf!


FIM


(actualizado ao minuto)


1 comentário:

Anónimo disse...

A caridade serve para isto. Promovem-se à borla com o dienheiro que vão sacando aos viciados na peninha alheia. Por acaso alguém sabe se aquela senhora simpática e boazinha do banco alimentar também concorre por algum partido? Pelo CDS? Pelo PSD? Ou pelo PS?