segunda-feira, 28 de março de 2011

E o povo, pá?


“Não importa quem somos, mas aquilo que nos junta. Somos gente farta da falta de oportunidades e cansada do discurso mentiroso que afirma «não há outro caminho». Somos gente cujo investimento e sacrifícios dos pais na nossa educação resultou em desemprego e precariedade e ofende-nos ouvir dizer que a culpa da nossa precariedade é dos direitos que a geração deles conquistou. Somos gente que defende o trabalho digno e com direitos, independemente da idade e habilitações literárias. Somos gente que está farta de ter a vida congelada e o futuro, nosso e dos nossos filhos, adiado. Porque não nos resignamos, protestamos. Exigimos respeito e reclamamos o direito à dignidade e ao futuro.” É o povo, pá! Arrancou, hoje, na rua (video) e na plataforma wordpress. O manifesto é para continuar a ler, aqui. Ao blogue, vamo-lo acompanhando na coluna da direita.

Sem comentários: