quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O senhor Absurdo

Foi um absurdo inadmissível ver polícias a agredirem à bastonada manifestantes que já desmobilizavam de uma concentração ordeira. Eram poucos, tudo tinha até aí decorrido na maior normalidade, mas nem as senhoras de idade ali presentes escaparam aos bastões da polícia. As fotos do incidente mostram um manifestante a tentar escapar a um polícia que o apertava pelo pescoço. Todos os candidatos à Presidência da República condenaram o acto. Todos, menos um: Cavaco Silva. Precisamente o Presidente em funções, aquele que jurou fidelidade a uma CRP que inclui o direito de reunião, afirma, pelo silêncio, total apoio ao Portugal trauliteiro. Motivo apresentado: ser o Presidente em funções. Outro absurdo. Cavaco personifica o absurdo.

2 comentários:

BRUXA disse...

Vivemos no Absurdistao???

Anónimo disse...

...
Isto não é um país ...
É uma merda qualquer...