quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A insustentável leveza daqueles seres


«Uns dizem que o “país prejudica a banca”, os outros, como o economista “leninista” Daniel Bessa, o das engenharias políticas rumo a uma capitalismo cada vez mais medíocre, dizem que o Estado social aniquila a economia. É sempre ao contrário, claro. A banca prejudica o país e foi o Estado social, apesar do seu subdesenvolvimento, que impediu que a economia privada afundasse ainda mais. O que eles querem sei eu: reconfigurar o Estado para o transformar em definitivo num comité executivo dos assuntos do capital financeiro e dos grupos económicos rentistas, ávidos por continuar a capturar sectores, como a saúde, onde os lucros estão garantidos. Foi a pensar em economistas como Bessa que escrevi, quando colaborava semanalmente com o i, uma crónica sobre os consultores do capitalismo de desastre. Já repararam que estes consultores da crise como oportunidade andam todos à volta de Cavaco? É toda uma economia política e moral que nos trouxe aqui...» ­– João Rodrigues, no Ladrões de Bicicletas.

No video junto, estudantes ingleses em manifestação de congratulação pela libertação de mais um povo que carregava o pesado fardo do Estado. Em liberdade, as propinas em Inglaterra vão subir para os 10 mil euros.

1 comentário:

Cravo disse...

The world is a business, Mr Beale