sexta-feira, 6 de julho de 2007

O milagre chinês

Porque os responsáveis europeus fecham os olhos e não exigem um fim para estes crimes, esta é a vida de milhões de chineses e é com isto que competimos. Com produtos produzidos sem custos laborais, que entram na Europa a preços imbatíveis, destruindo o emprego com direitos e as empresas europeias. Qual a prioridade? A Flexibilidade? Ou sanções proteccionistas enquanto continuar a existir escravatura no tal mundo cheio de modernidade? A posição europeia é de todos conhecida.

2 comentários:

SOBE E DESCE disse...

Será que alguém ouve as verdades?...

Andre' Serranho disse...

É assim: felizmente ganho que chegue para pagar um seguro de saúde. Mas que vejo? Quem não tem onde cair morto a defender privatizaçäo! Paradoxo? Claro!

Interessante que na Escandinávia toda a gente tem seguros de vida e propriedade, porque sabe que se houver problema, seräo pagos. Claro que em Portugal só se têm os seguros obrigatórios (veja-se o do carro), porque as seguradoras esquivam-se ao pagamento até mais näo poder!